Homenagem a Manuel Lereno

Data:  11 de Outubro de 2014

Local: Sociedade Filarmónica União Calipolense

O CECHAP homenageou o calipolense Manuel Lereno ao mesmo tempo que apresentou mais um projecto de investigação, o projecto Callipoartes.

O presidente da Mesa da Assembleia do CECHAP, o Arquitecto Paulo Barral, fez o enquadramento do evento.

Acrescentaram-se ainda as comunicações dos investigadores responsáveis pelo projecto Carlos Filipe e Ricardo Hipólito.

 

No mesmo dia prestou-se homenagem a um calipolense de renome, o actor Manuel Lereno.

Os investigadores Carlos Filipe, Joaquina Peixinhos e Vanessa Amaral fizeram a descrição da investigação sobre Manuel Lereno.

Foram apresentados excertos do testemunho dos actores Carmen Dolores e Joaquim Rosa e de Leopoldino Marques, director do Teatro Plebeus Avintenses.

O historiador Prof. Joaquim Saial fez uma comunicação sobre o actor calipolense baseada na sua investigação sobre o mesmo.

No âmbito deste projecto, foi apresentada a primeira brochura da colecção Callipoartes, dedicada a Manuel Lereno, e foi ainda inaugurada uma exposição biográfica sobre este ilustre calipolense.

O programa contou ainda com momentos culturais, nomeadamente a declamação de poemas de Fernando Pessoa, José Régio e Manuel Lereno pelas actrizes Manuela Machado e Maria D’Aires.

Também a música marcou presença com Rui Canhoto a interpretar duas composições musicais em oboé.

Manuel Lereno (Vila Viçosa, 1909-Lisboa, 1976) foi actor e declamador.

Concluiu o curso do Conservatório Nacional com nota máxima.

Recebeu o 1.º Prémio Nacional de Teatro, o Prémio Augusto Rosa e o Prémio Eduardo Brazão.

Trabalhou como declamador em Portugal e no Brasil.

Fez emissões de teatro e declamação para a Emissora Nacional, Rádio Clube Português e Rádio Televisão Portuguesa.

Fez parte das companhias de Chaby Pinheiro, Ilda Stichini, Alves da Cunha, Maria Matos, Rey Colaço-Robles Monteiro e TEL – Luiza Maria Martins, entre outras.

geral@cechap.com​

confinanciado por

Close Menu