10 Anos CECHAP
Livro Florbela Espanca
Livro "Viajar com Florbela Espanca"

«Viajar com… Florbela Espanca» é o mais recente livro da coleção de roteiros literários dedicados aos autores portugueses que tiveram uma relação privilegiada com o Norte de Portugal.

A Coleção Viajar com… Os Caminhos da Literatura é um conjunto de Roteiros Literários que propõem ao leitor viajar pelo norte de Portugal e viajar por dentro dos caminhos da literatura. No âmbito desta iniciativa, foram já editados cerca de três dezenas de roteiros nomeadamente de Aquilino Ribeiro, Camilo Castelo Branco, Eça de Queiroz, Trindade Coelho ou Guerra Junqueiro.

Livro Florbela Espanca
Adiamento Conferencia Martim Afonso de Sousa
Martim Afonso de Sousa
Conferencia "A Vida Global de Martim Afonso de Sousa"

Vai realizar-se no próximo dia 17 de julho pelas 17h00, no Auditório CallipoArtes, sede do CECHAP, Avenida Duques de Bragança nº 4 em Vila Viçosa, a Conferencia “A vida global de Martim Afonso de Sousa, proferida pela professora Alexandra Pelúcia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – NOVA FCSH.

Martim Afonso de Sousa
Há 120 anos nasceu Bento de Jesus Caraça
Bento de Jesus Caraça
Há 120 anos nasceu Bento de Jesus Caraça

A vida e a obra do matemático, professor, homem de cultura e combatente antifascista, constituem um legado que permanece válido para as gerações actuais.

Bento de Jesus Caraça
Homenagem a Carmen Dolores (1924-2021)
CECHAP Homenagem Carmen Dolores (1924-2021)
Homenagem a Carmen Dolores (1924-2021)

Homenagem a Carmen Dolores (1924-2021) O CECHAP presta homenagem e lembra com gratidão a grande atriz Carmen Dolores. Em setembro de 2014, no âmbito do CallipoArtes e da investigação que efectuámos sobre Manuel Lereno, que definiu como o seu “principal companheiro de poesia”, tivemos o privilégio de conhecê-la e entrevistá-la. Numa longa conversa em que […]

CECHAP Homenagem Carmen Dolores (1924-2021)
Homenagem ao Dr.º Luís Pinto Garcia
Homenagem ao Dr.º Luís Pinto Garcia

A Associação CECHAP, vai apresentar a exposição biográfica «ANTES QUEBRAR – Luís Pinto Garcia, Calipolense», em homenagem ao numismata Luís Augusto Pinto Garcia (1911-1987).
A exposição é composta por vários objetos e documentos do homenageado e está também prevista a reedição de um dos seus textos, no qual relata um encontro com o pai da poetisa Florbela Espanca.
A inauguração da exposição está prevista para dia 4 de Dezembro de 2021 às 16h00 nas instalações da CECHAP.
O evento é organizado no âmbito do projeto “Artes e Letras” da CECHAP, financiado pelo Programa Operacional do Alentejo 2020, com comparticipação financeira FEDER.

Manuel Lereno de Actor a Declamador
Manuel Lereno de Actor a Declamador

Manuel Lereno (Vila Viçosa, 1909-Lisboa, 1976) foi actor e declamador.

Concluiu o curso do Conservatório Nacional com nota máxima.

Recebeu o 1.º Prémio Nacional de Teatro, o Prémio Augusto Rosa e o Prémio Eduardo Brazão.

Trabalhou como declamador em Portugal e no Brasil.

Fez emissões de teatro e declamação para a Emissora Nacional, Rádio Clube Português e Rádio Televisão Portuguesa.

Fez parte das companhias de Chaby Pinheiro, Ilda Stichini, Alves da Cunha, Maria Matos, Rey Colaço-Robles Monteiro e TEL – Luiza Maria Martins, entre outras.

1º de Dezembro, Celebrar a Restauração, História, Arte e Cultura
Callipoartes_Pessoas Ingignes de Vila Vicosa CECHAP Roterio Literario D Joao IV
Callipoartes_Pessoas Ingignes de Vila Vicosa CECHAP Roterio Literario D Joao IV

A 1 de Dezembro de 1640 prevaleceu a vontade de ser português!
D. João o IV foi a peça fundamental desta revolução, que acabava de vez com o jugo castelhano. Nasceu em Vila Viçosa, a 19 de Março de 1604 e morreu em Lisboa, a 6 de Dezembro de 1656.

Slide
Callipoartes_Pessoas Ingignes de Vila Vicosa CECHAP Roterio Literario D Joao IV
Henrique Pousão

O pintor Henrique Pousão, natural de Vila Viçosa, é considerado o mais inovador da sua geração. É no Porto que mostra o seu valor e conquista uma Bolsa do Estado para estudar em Paris, para onde parte em 1880. Por razões de saúde muda-se para o sul de Itália. Nápoles, Capri e Anacapri são paisagens recorrentes na sua obra, sendo desta época os trabalhos mais apreciados pela crítica.
A doença obriga-o a regressar a Portugal, no final de 1883, tendo falecido no ano seguinte, com apenas 25 anos, ficando para sempre a pergunta: o que nos teria dado a sua arte se tivesse podido envelhecer?

previous arrow
next arrow

 O CECHAP encontra-se a desenvolver um estudo do ponto de vista sociológico, cultural e histórico sobre as personalidades de destaque que estiveram ligadas por nascença, obra ou serviços, a Vila Viçosa. 

Assim, dada a importância que Vila Viçosa conquistou em termos históricos, não só localmente, mas, em determinados períodos, de projeção nacional, acreditamos que é de todo o interesse recolher, tratar e divulgar a informação relativa à cultura, história e vivência social das suas gentes e à importância que os acontecimentos e as suas personagens tiveram para o reconhecimento da região e do país. Através dos séculos, desde a sua fundação, Vila Viçosa foi berço de gente ilustre, alguns desses nomes estão firmemente gravados nas páginas de ouro da nossa história. Reis e rainhas, princesas e infantes, fidalgos e clérigos, cronistas, artistas e sábios, poetas, músicos e cantores, académicos e investigadores: Vila Viçosa jamais os esqueceu e tempos transmitido às sucessivas gerações, quer pela toponímia local quer através de monumentos de homenagem. Mas não basta recordar os nomes, é necessário juntar informação da mais destacada notoriedade.

Visando colmatar uma lacuna da história de Vila Viçosa dos últimos séculos, o projeto CallipoArtes, sob o tema «Património de Vila Viçosa e suas Gentes», tem por objetivos:

1. Contribuir para a preservação da memória e da história cultural e social do concelho de Vila Viçosa e dos seus habitantes, valorizando o papel dos calipolenses que se distinguiram pelo seu contributo cultural, intelectual, científico, artístico, político, social e religioso, concorrendo para a valorização do património identitário da região;

2. Recolher e tratar fontes documentais e testemunhos da história e vida dos calipolenses que se distinguiram pela sua acção cultural, social, artística ou noutra área;

3. Construir, tratar e difundir trabalhos monográficos e biográficos, sobre o Património Imaterial de Vila Viçosa e das suas gentes, vivências, tradições e práticas culturais mais interessantes;

4. Disponibilizar aos investigadores um conjunto de informação para estudo e investigação, nas mais variadas áreas das ciências sociais e humanas;

5. Criar um Centro de Documentação e Informação, que possa desempenhar várias valências como a promoção cultural de Vila Viçosa e do seu património, bem como a educação patrimonial a diferentes públicos-alvo.

Deste projecto já resultou a homenagem bem como publicações sobre: Manuel Lereno, poeta e declamador, Joaquim José da Rocha Espanca, sacerdote e cronista e Dr. Luís Pinto Garcia, professor e historiador.

Centro de Estudos CECHAP

Avenida Duques de Bragança, nº4 – 7160-209, Vila Viçosa

geral@cechap.com

+351 268 889 186